ABRIMOS NOS DOMINGOS 15 e 22 DEZ.

Aberto de 2ª a Sábado
das 10h às 14h e das 15h30 às 19h30
abrimos à noite para as sessões agendadas

AGENDA

31/05/09

Foi, de facto, uma Noite de Cultura Livre...

30 Maio, Pátio de Letras

Antonio Mira (Antón), leitor de galego na Ualg e
Liliana (Pátio de Letras) apresentam a sessão e os convidados










Associação Cultural/Editora galega ESTALEIRO








O Leio
com a sua voz portentosa e modulada em palavras que,
mais do que mil discursos, aproximam os portugueses dos irmãos galegos
(os espanhóis são apenas "primos":)










lendo um poema de Brecht

aplausos não faltaram...

E depois José Mário Branco... sempre!










Momentos e mensagens que dificilmente serão esquecidos



Obrigada Antón!


(clicar nas imagens para aumentar)

Novidades, reedições e entradas recentes

Para os nossos amigos, leitores e clientes deixamos abaixo uma lista com alguns dos títulos que nos chegaram ultimamente. Uns são novidades editoriais, outros reedições e outros estão pela primeira vez no Pátio de Letras.

Guia de Lazer – Algarve, Lifecooler
Guia de Lazer – Alentejo, Lifecooler
Guia de Lazer – Lisboa, Lifecooler


O Século XX Esquecido – Lugares e Memórias, Tony Judt, Edições 70

Memórias de Humberto Delgado, Iva Delgado, Dom Quixote

Presos Políticos Algarvios, Maria João Raminhos Duarte, ed. Colibri

Comunicação, Media e Identidade, Gil Baptista Ferreira, ed. Colibri
Revista Ler Historia nº56
Guerra Colonial: as razões de Salazar, José Lemos Vale, Fonte da Palavra
Eu Fui Maçom, Maurice Caillet, Esfera dos Livros
Curso da BAUHAUS, Wassily Kandinsky, Edições 70
A Crítica e a Convicção, de Paul Ricoeur, Edições 70

Almada Dixit, João Furtado Coelho (Org.), Livros Horizonte

O que é o Direito?, José Hermano Saraiva, Gradiva
Cosmos, Carl Sagan, Gradiva
Ética, Estado e Economia - Atitudes e práticas dos europeus, Luís de Sousa (Org.), ICS
Cultura, Factor de criação de riqueza, Carlos L. Medeiros, Observatório das Actividades Culturais (CEP)

Experiências para cientistas de sofá , Casa das Letras
Crianças e Jovens em Notícia, Cristina Ponte (Org.), Livros Horizonte

Que ocultam os Filhos, que escondem os Pais, Javier Urra, Esfera dos Livros

O CONFLITO GLOBAL ou a guerra da prosperidade, Gabor SteinGart, Ed. Asa

Urbanidade e Educação Cultural, Bartolomeu Paiva, Ed. Novembro


Eça de Queirós, Maria Filomena Mónica, Quetzal Editores

Servo de Deus e a Casa Roubada, Aquilino Ribeiro, Bertrand Editora
O Beco dos Milagres, Naguib Mahfouz, Contraponto
O Amante do Vulcão, Susan Sontag, Quetzal Editores

Longos Dias Têm Cem Anos, Agustina Bessa-Luís, Guimarães

Poemas, Bertolt Brecht, Asa

Os Meus Prémios, Thomas Bernhard, Quetzal Editores
O Último Patriarca, Najat El Hachmi, Planeta
Podes Pintar Os Olhos de Azul, Ricardo Leitão, Sextante
O Sangue Da Honra, Francisco Moita Flores e António de Sousa Duarte, Sextante Contrabando De Versos, Vários Autores, Sextante
Roubo - Uma História de Amor, Peter Carey, Dom Quixote

Os Passos da Cruz, Nuno Júdice, Dom Quixote (romance)

A Divina Miséria, João de Melo, Dom Quixote
Mutantes, Armand Marie Leroi, Gradiva
1621, Pedro Vasconcelos, Oficina do Livro
A Queda de Tróia, Peter Ackroyd, Teorema
O Visconde Cortado ao Meio, Italo Calvino, Teorema

A vida em surdina, David Lodge, Asa

O Império dos Dragões, Valerio Massimo, Editorial Presença
Gaiola de Ouro, Shirin Ebadi, Esfera dos Livros
Procura da Escala, António Pinto Ribeiro, Livros Cotovia
Noite dentro, Moçambique e outras narrativas, Laurent Gaudé, Asa

O Caderno do Algoz, Sandro W. Junqueira, Caminho
A Filha do Partisan, Louis de Bernières, Europa-América
Terceira Metade, Ruy Duarte de Carvalho, Livros Cotovia
Digam me como e uma árvore, Marcos Ana, Guerra e Paz
O Senhor Swedenborg e as investigações geométricas, Gonçalo M. Tavares, Caminho

Vida de Cão, John Grogan, Quinta Essência
Dilbert - ideias luminosas (BD), Scott Adams, Asa

Livro com Cheiro a Canela, Texto Editores

Eu quero saber- Astronomia, Texto Editores
Dragões, Duendes e Outros Bichos, Nova Gaia
Malinha Eu sou assim – Vermelho, ed. Zero a Oito
Malinha Eu sou assim – Verde, ed. Zero a Oito
Animais Baralhados, ed. Zero a Oito
Roupas baralhadas, ed. Zero a Oito

Galileu á luz de uma estrela, Texto Editores


E também os novos 15 títulos da colecção de livros de Bolso Bis Leya, os quais pode consultar
AQUI.

Revistas no Pátio de Letras - actualização a 31 Maio

  • Análise Social
  • Egoista
  • Ficções
  • LER
  • Ler História
  • Malasartes
  • Manga Ancha
  • Mea Libra
  • Monumentos
  • Nova Síntese
  • Nova Águia
  • Obscena
  • Relações Internacionais
  • Relâmpago
  • Sulscrito

26/05/09

Pedro Valdez cardoso na ARTADENTRO



“Resort”
(escultura / instalação)



mais fotografias e informação em www.artadentro.com

Inauguração: 30 de Maio de 2009, Sábado, às 18h30.
De 30 de Maio a 18 de Julho de 2009.
De 3ª a Sáb. das 15h às 19h.
(Encerra: Dom., 2ª. e Feriados)

24/05/09

Sobre "Uma noite com o fogo"


Texto de José Carlos Vilhena Mesquita - professor na Universidade do Algarve e presidente da Associação dos Jornalistas e Escritores do Algarve - que serviu de [vago :)] suporte à apresentação que, num tom vivo e informal fez, no passado dia 24 de Abril, no Pátio de Letras, do último romance «Uma Noite com o Fogo», de António Manuel Venda: a ler aqui.

19/05/09

sexta 22 e sábado 23 no Pátio de Letras


«BE & BOP»
Zé Eduardo (contrabaixo) e Manuela Lopes (voz)
sábado, 22h00


LEITURA DE POEMAS POR
MARIANA GUERRA


Informação recebida da Editora Gente Singular, a 20 de Maio:
por impossibilidade do Dr. Rosa Mendes, o livro será apresentado pelo Dr. ROGÉRIO SILVA.


5ª f, 21, 22h00



Que propostas para a Cultura em Faro?

No passada noite de 6ª f 15 de Maio, o candidato à CMF, Eng. Macário Correia, apresentou as linhas mestras do seu Programa para a Cultura e respondeu às muitas questões que os presentes, que enchiam o Pátio, lhe colocaram. Fundamentalmente intervieram representantes das Associações Culturais que trabalham para e pela cultura em Faro, os quais expuseram com clareza os problemas com que se debatem e apontaram e/ou questionaram ângulos de abordagem e/ou propostas.

Congratulamo-nos pela adesão que o nosso convite teve por parte do candidato, das associações culturais e do público em geral e pelo ambiente de cívico debate e intuito de esclarecimento que se estabeleceu.

Notícias no Região Sul on line, no Barlavento on line aqui e aqui e no Algarve Press on line.
Das Associações Culturais referidas nas notícias podemos confirmar intervenções do Cineclube, ACTA, Devir/Capa, Artadentro, Filarmónica, Coral Ossónoba, F. Pedro Ruivo, Motoclub. representantes da Música XXI e a Orquestra do Algarve manifestaram intenção de participar, mas não podemos confirmar ou infirmar a sua presença.
Fotografias: nos sites acima referidos e mais no site da candidatura de Macário Correia.

O convite ao candidadto do PCP, Eng. António Mendonça, cuja candidatura foi anunciada a 11 de Maio, vai agora ser formalizado.

18/05/09

Relato lúcido e devastador do crime perpetrado contra a memória da humanidade que descansa nos livros. Desde a antiguidade grega até ao Mundo Islâmico, desde os códices pré-hispânicos perdidos no fogo durante a época colonial ou a destruição nazi de milhares de livros judaicos até às situações actuais de censura em países como Cuba e China. Para encontrar uma resposta, Fernando Báez recorre a diversos momentos da história, cuja desafortunada pedra de toque tem sido a destruição dos livros, sempre em nome de diversas consignas: raciais, sexuais, culturais ou políticas. (in: www.webboom.pt)

Texto Editora 2009

"Proibido!" é um livro que visita, com muita ironia, o passado dos portugueses - o Portugal de Salazar - para descobrir as coisas que hoje nem nos passa pela cabeça imaginar que foram proibidas. O livro está organizado por proibições e a abordagem é informativa, usando exemplos e documentos do passado, mas é sobretudo uma abordagem divertida.
(adptado de www.webboom.pt)

Editora Guerra & Paz, 2007


12/05/09

Sábado dia 16 Maio, 17h30

Ao teu lado
o novo romance de Luís Costa Pires
apresentação pela Prof. Doutora Adriana Nogueira

Luís Costa Pires nasceu em Moçambique, no ano de 1976. Em 1977, viajou para Portugal, onde vive desde então, nas Caldas da Rainha. Estudou Gestão de Empresas, mas dedica-se profissionalmente ao jornalismo e à escrita.
Publicou o primeiro romance em 1998, com o título “A Rainha de Copas” (em segunda edição), vencendo o prémio “Prosas de Estreia”. No ano 2000, publicou “Depois da Noite” e em 2002, lançou o seu terceiro romance, “Mandrágora”. Em 2003, é publicado um livro com duas peças de teatro denominado “A Desconstrução da Alma”
Trabalha actualmente como free lancer na assessoria de comunicação e imprensa e guionista de cinema e TV.

Macário Correia debate o seu Programa para a Cultura

Pátio de Letras, 6ª f dia 15 de Maio, 21h30

Em meados de Março endereçámos, aos três candidatos à Câmara Municipal de Faro já conhecidos, uma carta-convite disponibilizando o Pátio de Letras para sessão de esclarecimento/debate do programa das candidaturas quanto às suas ideias e projectos para o enriquecimento e dinamização da vida e do património cultural do concelho.
Poucos dias depois tivemos a aceitação do Eng. Macário Correia, tendo ficado desde logo marcado a noite da próxima 6ª f – dia 15 de Maio, 21h30, para o efeito.

Esperamos que os demais candidatos aceitem igualmente o nosso repto (assim sejam conhecidos novos candidatos endereçar-lhes-emos idêntico convite) .
E esperamos que sejam muitos os de vós que, na noite da próxima 6ª f, venham ouvir e colocar questões em debate.

O texto integral da carta-convite pode ser lido aqui.

5ª feira dia 14, Maio 22h00,


"Trio João Cuña, Petru Moroi & Tunico Goulart"
guitarra portuguesa e guitarra acústica/clarinete e saxofone

começa mesmo às 22h00 e termina mesmo às 24h00

5ª feira, dia 14 de Maio, 18h30

A tertúlia Café Oceano do mês de Maio irá decorrer já nesta 5ª feira, dia 14, no Pátio B@r, a partir das 18h30., sendo convidada a investigadora Sónia Olim, que apresentará o tema em debate - "Pescar para vender ou rejeitar?"


Movida no Pátio de Letras

Não nos referimos a uma movida cultural, no sentido metafórico corrente (mas também a vai havendo, no Pátio) e sim em sentido literal: andamos de facto a "mover" livros de umas estantes para outas :) O espaço escasseava e aumentámos agora a nossa capacidade de exposição de livros e ainda criámos um recanto com dois sofás, para que os possam consultar (na esplanada disponibilizamos livros para leitura, mas não os que estão na livraria).

Estando um mebro da equipa de férias, torna-se ainda mais difícil encontrar tempo para actualizar o blog no que repsita aos livros que temos e aos que vamos recebdo... Por ora Seguem, pois, apenas posts sobre a MOVIDA CULTURAL(agora sim) desta semana.

Lá vos esparamos ! e Olé!

09/05/09

Quarteto Ibérico

vindo directamente de Barcelona para o Pátio de Letras... um concerto que promete ser memorável

Início (mesmo às) 22h; termina (mesmo às) 24H00

Miguel Martins
(guitarra)
Javier Orti (saxofone tenor/soprano)
Javier Delgado (contrabaixo)
Nacho Megina (bateria)

org. Patio@Bar

SARAMAGO NA ÁUSTRIA: A REDESCOBERTA DO ELEFANTE PORTUGUÊS

Pátio de Letras, 9 de Maio de 2009, 17h30

6 de Março de 1552 – Salomão, o elefante indiano oferecido por D. João III ao arquiduque Maximiliano, chega a Viena, depois de uma longa viagem através da Península Ibérica, Itália e Áustria, enfrentando o rigor do Inverno alpino, a passo lento durante grande parte do percurso, de barco entre Rosas e Génova e, mais tarde, de Innsbruck a Viena, acompanhado por um imenso séquito real durante quase um ano inteiro.

24 de Novembro de 1999 – José Saramago fica hospedado no “Hotel Elefante” em Salzburg e estranha a enorme estátua de um elefante à entrada do hotel e um friso de madeira no restaurante, representando o itinerário de um elefante, de Lisboa (Torre de Belém) a Viena (Catedral de Santo Estêvão).

Da conjugação de “ignotos fados”, como Saramago refere na nota de abertura à Viagem do Elefante, nasce uma belíssima narrativa, entretecida de humor e ironia, sarcasmo e paródia, acerca de um elefante mais ou menos esquecido em Belém, Salomão ou Solimão de seu nome, e do seu cornaca, Subhro, ou Fritz, como mais tarde o arquiduque o baptiza, os dois a caminho de Viena, os dois protagonistas de uma revisitação à condição humana e ao sentido da existência. Ao longo do itinerário – geográfico e interior –, o leitor depara com estranhas e extraordinárias personagens: um comandante de cavalaria que se entretém com a leitura, pela quarta ou quinta vez, de Amadis de Gaula; um elefante que salva, com os seus barritos, um soldado perdido na bruma e mais tarde se ajoelha diante da basílica de Santo António de Pádua; uma rainha que se emociona com a notícia da morte de Solimão, gritando simplesmente “não quero saber” quando chega a Lisboa a trágica missiva; um cornaca dotado de uma sabedoria ancestral e enigmática, um tratador de elefantes que questiona e critica, que joga com as palavras e seus múltiplos sentidos, que põe a nu a hipocrisia e o cinismo entre os homens, a corte e a igreja; e um romancista que “coloca a mão amiga no ombro” de Subhro, divertindo-se com o confronto entre os couraceiros austríacos, imponentes e luzidios, e a tropa portuguesa, miserável e mal montada, ironizando a “insistência” dos austríacos em dar nomes alemães a cidades e desfiladeiros, estalagens e albergues situados em território italiano: “a coisa explica-se se nos lembrarmos de que a maior parte dos hóspedes que aqui vêm são precisamente austríacos e alemães que gostam de sentir-se como em sua casa. Razões afins levarão um dia a que, no Algarve, como alguém terá o cuidado de escrever, toda a praia que se preze, não é praia mas é beach, qualquer pescador fisherman, tanto faz prezar-se como não, e se de aldeamentos turísticos, em vez de aldeias, se trata, fiquemos sabendo que é mais aceite dizer-se holiday´s village, ou village de vacances, ou ferienorte”.

Gilda Lopes Encarnação

05/05/09

Gilda Encarnação traz até si o elefante

no Pátio de Letras

CLICAR NA IMAGEM PARA LER O TEXTO:
saiba quem é a Prof. Doutora GILDA ENCARNAÇÃO
e o que é que tem a ver com o elefante e SARAMAGO...

5ª f dia 7 - 22h00, no Patio@Bar


Quarteto Desidério Lázaro

Paulo Kellerman

Paulo Kellerman acaba de publicar Céu Nublado, 24 micro-narrativas... em formato e-book.

Porque "os do Pátio" gostam do autor e apreciam a sua escrita, aqui fica o link.

No Pátio de letras, em formato livro-livro

Gastar Palavras (Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, da APE -2005)
Os Mundos Separados que Partilhamos (2007)
Silêncios ente Nós (2008)

Do site da editora Deriva:

"Paulo Kellerman nasceu em Leiria, em 1974. Escreve contos, estórias e histórias. Não compreende quem considera a narrativa curta uma forma literária inferior ao romance ou à poesia. Colabora aqui e ali, publica onde calha, faz pela vida. De certo modo, anda à deriva..."

Será mesmo?

Homenagem ao Dr. Joaquim Magalhães

Lá estarei, na merecida homenagem ao "meu" inesquecível Reitor, cuja casa frequentava, por ser pai da minha melhor amiga dos tempos de Liceu. Lembro-me da sempre presente música clássica no seu escritório, da sua paciência para ler os versos que, tola adolescente, pensava poderiam impressioná-lo, do acolhimento caloroso da D. Célia, da liberdade que davam à minha amiga e que eu desconhecia, apesar de morar a 3 casas de distância :)

Só muito mais tarde compreenderia que o Dr. Magalhães era um homem muito mais para além do comum do que já pressentira...

Presos Políticos Algarvios

Com a chancela da COLIBRI, o Museu de Portimão apresentou, no passado dia 24 de Abril, o livro Presos Políticos Algarvios em Angra do Heroísmo e no Tarrafal, da autoria de Maria João Raminhos, doutorada em História Contemporânea pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

A partir de 18 de Maio no Pátio de Letras.
Preço: 7,50 €